28 de agosto de 2009

 

Arqueologia em Penamacor

Numa região em que parte do trabalho arqueológico é de por em causa por causas que vão desde a credebilidade das pessoas que os efectuam até às entidades que os promovem e subsequentemente querem manipular a seu belo prazer, é sempre uma lufada de "ar fresco" ouvir falar das escavações da Silvina Silvério, onde quer que as mesmas se efectuem. Ele são relatórios entregues a tempo e horas, são gente motivada, são resultados publicados, são exposições a publicitar os resultados. Bem diferente se passa por todo o resto do distrito, e nos exemplos que conheço há de tudo. Anos e anos de relatórios em atraso, escavações que dão resultados a pedido, materiais que teimam em não aparecer, até que desaparecem de todo, segredos, manipulações, etc, etc.
Posso escrever mal, não o duvido, e infelizmente já não tenho á "minha beira" o Dr. António Forte Salvado para me rever os textos, como o fazia há trinta anos. Mas não será isso que me fará estar calado e sempre que for necessário atacar as situações e as pessoas que entender dever fazer, assim como louvar e dar graças à existência de pessoas que promovem e dignificam a arqueologia como é o caso da Silvina Silvério. Infelizmente nem sequer a conheço pessoalmente. Mas conheço o trabalho dela o que é mais importante. Coragem Silvina e muitos parabéns pelo teu trabalho.

Etiquetas: , ,


Comments:
É bem verdade o que acaba de comentar. E em termos de relatório de escavações, fez-me recordar as celebres escavações do Castelo de Castelo Branco, levadas a cabo pelo Dr. Ribeiro. Por isso pergunto, para quando o relatório final das mesmas? E quando pode o publico interessado ver os materiais?
 
Conheço pessoalmente Dr.ª Silvina Silvério e já tive o prazer de trabalhar com ela em várias campanhas ao longo de dois anos (tanto em Penamacor como na Meimoa).
O trabalho final de licenciatura em história, variante arqueologia, foi desenvolvido com materais cedidos por ela, provenientes do Cimo de Vila, que é sempre uma verdadeira caixa de surpresas a cada buraco que se abre.

Quanto aos relatórios de escavação do castelo de Castelo Branco, eles foram todos entregues pelo Dr. João Ribeiro à tutela (IPPC) à época das escavações.
Hoje estão no arquivo do antigo Instituto Português de Arqueologia, que anda algures entre belém e a Ajuda, onde podem ser consultados por quem quiser, com marcação.

Em relação ao estudo dos materiais e eventuais conclusões do mesmo, será entregue brevemente, para defesa, tese de mestrado em Arqueologia, na FCSH-UNL, da minha autoria, que incluí também o estudo dos materiais recolhidos em 2000 pela Dr.ª Sílvia Moreira e pelo Dr. Pedro Salvado.

Carlos Boavida
 
Sem dúvida. Tive ocasião de conhecer a Drª Silvério aquando das escavações em Castelo Novo e fiquei com a impressão que é uma pessoa muito simpática e sem qualquer tipo de peneiras (tirando a que estava ao serviço às escavações, claro).
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?