22 de maio de 2009

 

A Roubalheira continua em força

Dá para ver as diferenças? Pelas fotos retiradas do Blog do Eddy,vemos claramente o resultado de mais um roubo, desta vez numa herdade da freguesia de Proença-a-Velha e propriedade do meu Amigo Miguel França Aragão. Foi uma escadaria em granito inteirinha "à vida". Os meliantes tiveram que socorrer-se de maquinaria pesada para fazer este "serviço", mas uma vez mais ninguém viu, ninguém ouviu, nadinha.
Mais uma vez o tempo veio dar-me razão, infelizmente. Continuo com a ideia fixa de que as Autoridades não têm feito tudo o que está ao seu alcance para reprimir este tipo de crime, acho mesmo que é olhado com alguma benevolência, até pelo cidadão em geral.

Etiquetas: , ,


Comments:
A CMIN e o Armindo JAcinto andam afazer o quê?
 
Agora a culpa é da Camara e do Armindo!!!
As aotoridades é que t~em que investigar mais e melhor! Onde está a dúvida??????????????????
 
Mas, isto é não é um caso de polícia?

O que é que a CMI tem a ver com isto, a não ser facilitar a instalação de forças de segurança? Certamente que as pedras circularam por estradas, provavelmente em direcção a Espanha e só a GNR e a Guarda Fiscal podem tomar medidas, contra esta delapidação do nosso património rural. Têm que existir agentes locais que contratem a venda deste tipo de materiais e de novo entre a polícia. Esta situação não é exclusiva da Beira Interior. A uma amiga minha, que tem uma quinta no Algarve, recentemente viu desaparecer a cantaria de um poço e a respectiva Nora. Apresentou queixa na Polícia e aguarda resultados. provavelmente será........arquivamento por falta de provas que permitam chegar ao eventual infractor. É uma nova forma de roubo RURALJACKING.....
 
Foi consultar o Blog do EDDY e constatei que ele próprio, na Bulgária, ficou sem a mochila, conteúdo e principalmente a sua digital, em que tinha as fotografias recolhidas na Bulgária. Tratou-se de um roubo na urbe, o que significa que roubos, existem em espaço rural e urbano, no país e no estrangeiro, de monta e sem significado.... Só que, certo tipo de roubos acabam por ter uma explicação e identificados os seus autores, outros nunca... No primeiro caso está por exemplo o caso do roubo de obras de arte em casas rurais de pessoas endinheiradas, cujos autores foram presos e identificados.
 
Pois é,mais um roubo ou a delapidação do nosso património continua!Aras que se «evaporam»,moedas que voam até Londres, esculturas que decoram outros lugares ,brasões que vaõ «adornar» novas nobrezas,cruzes e santos para outros altares e...espantemo-nos...,escadas que em bloco e em voo sideral, qual passo de mágica, desaparecem.Ora,tal não pode continuar;as autoridades deste país têm de agir,senão corremos o risco de acordarmos certa manhã com Portugal deslocalizado para outro qualquer ponto do planeta!E olhem que não brinco ,pois muito me dói tudo isto, mas, na realidade é a nossa identidade que se vai.Acudam-nos por favor!!!
 
Ao proprietário. Caro não esmoreça. Participe às autoridades. E boa sorte
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?