28 de junho de 2008

 

Censura aos Blogs na Biblioteca Municipal de Castelo Branco




Ontem, ao fim da tarde passei pela magnífica Biblioteca Municipal albicastrense. Como tinha algum tempo disponível, fui consultar alguns documentos que não consigo aceder em Idanha.

Magníficas instalações, postos de trabalho e estantes de boa qualidade. Um bom ambiente para o estudo, com vista para a cidade (pena ainda haver tantas obras no exterior, com as vidraças muito sujas, mas isso é natural e desculpável). Ao fim de algum tempo e não havendo ninguém num computador que está disponível para consultar a Internet e efectuar pequenos trabalhos, decidi ir ver como “como paravam as modas” para os lados do meu Blog.

ESPÂNTO. O acesso aos blogs está bloqueado. No entanto consegui aceder aos jornais desportivos. Não convencido decido entrar no Blog do meu Amigo Veríssimo Bispo, que como toda a gente sabe, trata-se de um Blog cultural sobre a cidade. Nada, não há maneira. Informo-me junto de conhecidos. Simplesmente deixam-se rir. O quê, eu não sabia?

Sinceramente, se esta situação não me tivesse acontecido a mim eu duvidaria do meu informador. Sejamos sinceros, volvidos 34 anos após o 25 de Abril situações de censura neste País era das últimas coisas que eu estava à espera, mas pelos vistos parece que nos temos de habituar.

PORRA, que mal fizeram os Blogs? São incomodativos? Transpiram liberdade?

Quem tomou esta atitude só lhe ficaria bem pedir a demissão do cargo público que ocupa. Restrições à informação num local todo ele dedicado a ela? O Censor será que possui na sua Biblioteca um fundo de Obras que não podem ser vistas pelo Público derivado ao seu teor?

Meu Deus, onde nos estão a levar estas sumidades culturais albicastrenses… (pelo menos algumas vivem lá) . Ouvi dizeu que em certos países também fazem isso com muita frequência, como a China, o Paquistão, a Arábia Saudita, Cuba, Coreia do Norte, agora já podemos também acrescentar Portugal, ou pelo menos a Biblioteca Municipal Albicastrense.

Agora já começo a entender como o Salazar ganhou o concurso do maior português.....

Etiquetas: , , ,


Comments:
Amigo Joaquim, desta vez chegas tarde, eu já tinha alertado para o problema (não só os blogs...), seja como for e o importante no meu comentário é isto, subscrevo o que aqui escreveste, para lembrar:

Quinta-feira, Novembro 29, 2007
Novas do "admirável mundo do conhecimento"... (I)

Mais um dia de deslumbramento no "Admirável Mundo do Conhecimento" (!?) a que alguns continuam modestamente a chamar apenas "Biblioteca Municipal Dr. Jaime Lopes Dias de Castelo Branco" (BMCB).
Quase tivemos (mais) um "orgasmo intelectual", para citar uma portalegrense, a propósito das crónicas do Prof. Boaventura Sousa Santos! Desconhecemos o que tem feito a autora da frase... Por certos hospitais, em determinadas consultas? É possível!
Tentámos uma vez mais consultar e editar um dos nossos blogs (não este do blogspot.com que já sabíamos não ser possível), um do blogs.sapo.pt e também deixou de ser possível!
Vamos por partes:
Não se percebe a lógica da filtragem dos acessos aos conteúdos da Internet na Biblioteca Municipal de Castelo Branco!
São os pareceres dos técnicos que a aconselham?
São orientações superiores?
Noutros serviços da Câmara Municipal de Castelo Branco a coerência de filtragem não é a mesma. Em que ficamos?
Nesses serviços, em horário laboral, consulta-se, comenta-se e fazem-se AMEAÇAS (anónimas, claro) a autores de blogs, os mesmos que na BMCB não se podem consultar, editar nem comentar!
Santa ingenuidade! O anonimato não apaga a origem dos computadores de onde se escreve...
Saberá o Sr. Presidente Joaquim Morão disto?
Poderemos falar na malha da censura que se aperta? Não queríamos!
Ontem, o blogspot.com (impossível ver, comentar e editar)
hoje, o blogs.sapo.pt (desde hoje, também)
amanhã, o blog.pt e todos os outros?

E não é so um problema de "blogs"... tentem consultar as páginas web de algumas livrarias, ver catálogos, encomendar livros, já para não falar de blogs oficiais de outras bibliotecas e vejam o resultado!

O "admirável mundo do conhecimento"... (em tom irónico para quem não tenha percebido)

P.S.

1) Tinhamos vontade de dar apenas as boas novas: a BMCB recebe o jornal diário "Público" desde a seguna-feira passada, muitos anos depois de o termos proposta e dos nos ter contra-argumentado em linguagem na linha do "admirável mundo do conhecimento"... Perdemos a vontade esta tarde e invertemos a linha editorial do comentário.

2) Estamos a editar este blog num espaço pago com dinheiros públicos e em que um dos parceiros é a autarquia de Castelo Branco... obviamente, não é no "admirável mundo do conhecimento"... (aqui paga-se... isso explicará alguma coisa?)

Etiquetas: Admirável mundo do conhecimento, bibliotecas públicas, censura, internet

posted by Luís Norberto Lourenço at 9:42 AM

http://republicalaica.blogspot.com/2007_11_01_archive.html
 
Inacreditável!
E já pensou pedir um livro de reclamações?
Que censura horrível!
 
Xantipa, nunca tinha pensado nessa do livro de reclamações, é um assunto a lançar.
Luís, por acaso não me lembrava de que já tinhas aflorado o tema, mas pelos vistos o mesmo continua actual e como tal, acho que não cheguei atrasado, aliás para mim este tema assim como os outros não são competições, são obrigaçlões de civilidade.

Abraço aos dois

Joaquim
 
Vergonhoso, simplesmente... a opinião livre encontra-se censurada num espaço público. Há certos espaços que se compreende o bloqueio (por causa dos miúdos) mas os blogues...... nunca pensei que esta censura se passasse no Século XXI.
 
Amigo Batista
As práticas de manipulação e restrição ao acesso à informação são milenares. Estão intrinsecamente ligadas à vontade de domínio e do poder. Há manipulação sempre que alguém procura aceder o conhecimento e tendem em vista condicionar ou alterar o seu acesso. As formas de manipulação ligadas ao poder político são as mais conhecidas e acredito que é isso que acontece em Castelo Branco a vários níveis.
A democracia e o direito de liberdade de informação vivem momentos de agonia, em Castelo Branco. Assistimos a uma cultura de medo, imprópria de uma verdadeira democracia.
 
Há que perguntar ao Presidente Morão, grande arauto do partido das liberdades... será?
Cada vez estou mais do lado do Pedro. Ele é que identifica bem as mesntiras culturais dessa ´cidade déspota.
 
Esta realmente é de bradar ao Céus!
Será que o Autarca albicastrense tem conhecimento da situação? é que por vezes existem senhores que decidem sem o principal responsável saber e fazem-se passar por mandatários de tudo e de todos, se assim não for a tiuação torna-se mais grave do que é.
Abaixo a censura, viva a liberdade que tanto custou a conquistar por alguns..
 
Batista
34 Anos depois do 25 de Abril, (em que eu participei em Angola, pois cumpria ali o meu serviço militar) ainda existem pessoas que não conseguem compreender a diferença entre o antes e o depois.
Talvez por isso!!! Essas pessoas estivessem melhor no antes… pois ai seguramente, poderiam fazer o que muito bem entendessem e confinassem quem não estivesse de acordo com os seus gostos e desejos.

UMA TRISTEZA DE GENTE, QUE NÃO É GENTE!
MAS ANTES GENTE, QUE SEM SER GENTE!
PRETENDE SER GENTE!!!

O Albicastrense
 
Blog sobre a Freguesia de Sarzedas
http://sarzedense.blogspot.com
 
Não se trata de censura, mas sim evitar males maiores. Na generalidade das Bibliotecas escolares o acesso aos Blogs, ou melhor ao endereço blogspot, está bloqueado. Se, os professores tiverem projectos que necessitem de aceder a esse endereço o administrador de sistema faculta-lhes esse acesso. Nalgumas Bibliotecas Municipais seguem a mesma orientação, por exemplo nas Bibliotecas Municipais de Oeiras-Oeiras, Algés e Carnaxide, o acesso a Blogspot está bloqueado. Como devem saber estão em curso vários processos em tribunais, por utilização abusiva de Blogs, é natural que se utilizem os recursos tecnológicos, na defesa dos utilizadores, para se bloquearem acessos. Não sei se exite alguma orientação do PNL, ou outro organismo, sugerindo o bloqueamento de certos acessos. Nas bibliotecas escolares há orientação para se bloquearem acessos. O amigo Joaquim tem o seu acesso particular, que pode utilizar como quiser. Não sei se teve necessidade de bloquear alguns acessos aos filhos. Hoje em dia, por razões de segurança, os pais podem e devem bloquear alguns acessos.
 
Não se trata de censura? Que outro nome lhe dá?
Eu sei perfeitamente o porquê desta barramento. É quee só através dos Blogs se ouvem algumas vozes discordantes da perfomance autarquica albicastrenha. Os jornais estão acomodados e não chateiam, senão lá se vai a publicidade institucional e outros apoios. A gente mais visivel não se mete pois vive á conta dos subsídios e dos favores.
Restam os blogues. Então faz-se como na China barra-se o acesso. É como a avestruz a esconder a cabeça na areia mas a ficar com rabo de fora. E na casa da comunicação e da cultura, isso, se não fosse tão garve até dava vontade de rir.
 
Não confunda a China, com o barramento que se faz legitimamente, em bibliotecas públicas. Na China a Yahoo, a mando do governo chinês, em toda a China, incluindo os acessos particulares, os utilizadores estão impedidos de aceder a certos sites. Em Portugal, nos nossos acessos privados, se quisermos, não temos barramentos, excepto com ordem expressa dos tribunais. Não confundir Blogs com Blogspot ou melhor Blogger.com. Há sempre maneira de aceder a blogs com endereços menos conhecidos. As bibliotecas públicas não podem ser utilizadas para utilizações indevidas, impróprias, ilegais e criminosas. Se houvesse abertura total, por um acesso público, isto é em que é difícil identificar o utilizador efectivo, poderíamos estar a lançar falsidades, injúrias, denuncias ilegítimas, sem que o alvo dessas situações pudesse reagir, nomeadamente através dos tribunais. Há, presentemente, inúmeros processos em tribunal, resultantes da utilização indevida de Blogs e algumas vítimas têm sido reconhecidas como tal pelos tribunais. A censura não tem nada com ver com isto. Basta estudar alguma coisa como segurança informática e conhecer alguns abusos que têm sido cometidos, para se perceber que o barramento de endereços visa limitar a ocorrência de ilegalidades e não limitar a liberdade de criticar ou de comentar certos actos. A pornografia infantil, o lavamento de dinheiro, o terrorismo, o crime internacional, a escravatura, a prostituição, são os defensores da liberdade absoluta na Internet. Os cidadãos conscientes sabem distinguir a liberdade de informação com o barramento de acessos, em locais públicos, a certos endereços. Se, nas escolas, por exemplo, nas Intranets, não se seguisse uma política de barramentos de certos acessos, a utilização da Internet como ferramenta pedagógica seria acessória, relativamente ao tempo total de utilização dos computadores. Se tiver dúvidas, recomendo-lhe estudar as instruções que o CRIE(http://www.seguranet.pt/index.php?section=1), em termos de segurança na Internet, dá às escolas e aos pais dos alunos
 
in: CRIE

Que perigos podem apresentar os Blogues?
Apesar de poderem ser um veículo interessante de partilha de informação e ideias, os blogues também não estão isentos de perigos, tal como outras funcionalidades da Internet.


Um utilizador informado está mais seguro, pelo que apresentamos aqui alguns dos perigos mais comuns que podem advir da utilização dos blogues:


SPAM, phishing ou outros

Dado que um blogue é uma funcionalidade online, dependendo das suas definições de privacidade, pode ser alvo de SPAM, phishing ou outras formas de intrujar os menos atentos. Um blogue público e sem qualquer restrição de comentários por parte de terceiros é um alvo fácil para indivíduos ou grupos mal-intencionados.


Perseguições online e offline

Dado que é uma forma de exposição pessoal, um blogue pode ser alvo de cyberbullying. Um bloguista pode verificar que algo que escreveu num artigo foi mal interpretado ou, pura e simplesmente, e sem qualquer tipo de justificação aparente, o seu blogue foi inundado de insultos, ameaças e impropérios.


Tal como noutros meios de comunicação pela Internet, o bloguista deverá evitar usar informação desnecessária de natureza pessoal.


Imagens
Tal como já foi referido em algumas secções de outros perigos, a colocação de imagens pessoais na Internet pode levar outros a apropriarem-se indevidamente delas. Pense bem antes de colocar as suas imagens no blogue.

Blogues de apologia a doenças, discriminação, ódio, entre outros

Como foi referido, os temas dos blogues podem ser de natureza variada. Existem blogues de apologia de comportamentos que podem levar a doenças, como a anorexia, onde se exprimem opiniões que podem levar os mais influenciáveis (por vezes, crianças e adolescentes) a iniciar e/ou manter comportamentos lesivos para a sua saúde.


Nestas situaçõs, tal como para outros conteúdos que envolvam riscos para utilizadores menos preparados, como por exemplo para crianças, é necessário um acompanhamento familiar adequado.


Responsabilização pelos conteúdos

O bloguista é responsável pelos conteúdos inseridos no seu blogue. Contudo, esta responsabilização nem sempre é levada a sério, e muitos bloguers já foram os autores de situações lesivas para terceiros. Embora nem sempre seja propositado, é importante educar os utilizadores deste tipo de serviço para pensarem um pouco antes de colocarem algo no seu blogue, e quais as consequências desse acto, que podem até ser legais.

Actualizado em: 21 de Fevereiro de 2008
 
Experimente verificar se os Blogs criados a partir das plataformas Moodle estão com acesso bloqueado, na BMCB, por favor. Hoje em dia trata-se de uma ferramenta comum, quer nas escolas secundárias quer universitárias. Porque é que estes acessos não estão bloqueados, nesta plataforma? Os utilizadores têm, obrigatoriamente que estar registados e acedem com login e password. No caso de ocorrência de bulling informático, rapidamente poderemos identificar o seu autor. Por detrás do anonimato podem cometer-se muitas ilegalidades, ou mesmo crimes. Nos USA, presentemente, está em curso um processo em tribunais, colocado pelos pais de uma aluna que se suicidou, porque o presumivel namorado de 16 anos tinha rompido com o namoro. Veio a descobrir-se que o namorado era uma vizinha de 56 anos, que não se apercebeu da fragilidade psicológica da interlocutora, prestou uma falsa identidade, criou sonhos e ambições, que retirou abruptamente. É provável que a decisão final dos tribunais termine com a condenação da responsável por toda esta situação.
 
Ai asp, ai, ai ai Asp, asPIRINA? ó HOMEM

È POR CAUSA DO SEXO NÉ? vIVA sALAZAR
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?