16 de fevereiro de 2007

 

Ainda a história do machado de bronze do Fundão

Da caixa dos comentários retiro o último comentário, por o que lá está exposto ser muito grave. Há graves acusações, histórias mal contadas e culminam com a saída do país do dito machado da Idade do Bronze, nas boas. Tudo isto é muito grave e um esclarecimento impõe-se.

Julio disse:

e facto um filme daqueles tipo a fuga dos paraliticos para o deserto.
Na verdade o Fundao ainda nem musem tem pois nada passa de um projectod e rapa tacho existe apenas um instituto e a idea de fazer esse museu, mas os atrefactos foram-se reunindo para fazer um museu e segundo me informei o Dr Joao Rosas parece ser arqueologo, mas daqueles peritos em perder coisas de valor historico como um tal de um livro, mas...
O fato è k o machado s eencontra comigo aqui na california pois meu pai com o medo de alguem lhe roubar o machado aproveitou a viagem de um primo meu ao nosso Saudoso Portugal para lhe enviar o machado por isso esta agora seguro.
MAs voltando ao caso do machado de onde n saimos ainda o processo disciplinar esta em andamento na camara municipal do fundao, nao sei ainda onde isto ira parar, mas eu mantenho o pessoao informado da histiria de um poeta pobre que confiou o machado a um esperto que lhe tentou passar a perna com faro de arqueologo ou de vilao va-se la saber.
Com tudo isto fico a pensar que raio se precisa de saber para se ser director de algo de um museu, perder uns anos num curso conhecer umas pessoas e nao passar de um ...

6:25 AM

Etiquetas: ,


Comments:
Ministério Público já.PJ, PJ!
 
História mirabolante, uma peça tipica de Portugal no seu melhor. De olhar e esbugalahr o olhar.
 
Interessante, não haja dúvida. A justiça tem que ser alertada...
 
Um caso de polícia certamente...
 
Como é que um machado de bronze conseguiu "passar" para dentro dos E:U:?
 
O machado vei na bagagem como qualquer coisa k se traz dai, desde que va para o porao nao metem entraves e è uma peça historica mesmo k a alfandega alertasse sou um coleccionador e nao punham entraves.
Mas a historia sim merece mais explicacoes e se ha explicacoes a dar sao de parte do dr Joao Rosas pois confiaram-lhe uma peça de valor historico que ele sabe na verdade o seu valor e deixou desaparecer de seu poder que responsabilidade è essa ??
falei do caso de um livro k ele tambem deixou desaperecer e se necessario trago nomes e provas que o que escrevo è verdade pois nao tenho interesse nenhum em dizer o contrario, o meu pai apenas pede uma explicaçao um pedido de desculpas e que o deixem de perseguir pois ele nao tem nenhum DR atras do nome mas sim um Sr que construiu ao longo de uma vida de trabalho e sacrificio provando ao mundo que o rodeia que nao ha limites para a força de um querer vingar e chegar mais alem k è o que ele tem feito em toda a sua vida.
o machado poderia estar a disposiçao no novo museu que vai abrir e toda a gente poder olhar para ele pois meu pai nao se importava com isso apenas que o podesse reaver no momento que mais achasse oportuno mas a historia do seu estravio aconteceu e se ha alguem a acompanhar a histiria ve que ha um jogo de interesses nisso ou estaremos enganados.
Mas um pedido de desculpas e o engulir de um orgulho banal da parte do Dr Joao Rosas è necessario.
 
MAs em relaçao ao caso do processo disciplinar ainda n ha nada esclarecido nem se vai ser averiguado ou nao ou se caiu em saco roto, mas que existe essa possibilidade existe mas ainda nao sei mais nada e ao saber exponho o caso apenas digo que vai sair algo na primeira edicao de março a cerca do machado meu pai nao me quis adiantar o que escreveu, mas om as demoras dos correios dai a uma semana terei aqui o exemplar do jornal para o ler e se achar que existe la algo de interessante para escrever assim o farei.
 
Ca estou eu de novo n sei se alguem aind aacompanha uma historia k parece ainda n ter findado.
Como disse a historia era para sair em Jornal do Fundao mas pelos vistos nao saiu.
Quanto ao processo disciplinar parece k anda em averiguaçoes, muita gente contra ele, o processo e muita gente contra as ideias do sr Joao Rosas mas ...
No final de tudo o meu pai exige a esse senhor doutor Joao Rosas um pedido publico de desculpas e k clarifique k o machado foi encontrado por meu pai e nao como ele diz na quinta da tapada na Capinha.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?