17 de novembro de 2009

 

Anel em ouro de Idanha-a-velha

Anel adquirido pelo Museu de Francisco Tavares Proença Júnior em 1988, a um particular em Idanha-a-Velha, com a mediação (gratuíta) da minha pessoa. Foi uma peça que fugiu assim ao circuito clandestino de venda de bens arqueológicos, desde sempre presente na velha Egitânia, e ao que parece sempre alimentado por gente muito próxima das antiguidades. Eis pois, mais uma peça de Idanha-a-Velha, pouco conhecida e que também não tem sido referida nos roteiros oficiosos, a par de outros tesouros (tresors).

Etiquetas: , ,


Comments:
Olha! Ainda não pintaram as letras com o já célebre vermelho egaedi- pompeiano !

O Joaquim foi de mediação gratuita? Os pintor é a pagar?
 
Tambem á uns anos quando na reconstrução da muralha vi um saco de moedas penso que romanas encontradas pelos pedreiros, nunca mais houvi falar em tal achado!
Muito se terá descoberto em Idanha-a-Velha e Monsanto, que daria para um bom museu mas nada é visto!
Tenho pena que assim seja
 
avisem os pintores
 
Em nome da Liberdade de expressão e do contraditório
foi criado um Blog de resposta a um blog de setubal
ao vosso dispor:


http://albi-memoriafutura.blogspot.com/
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?