17 de julho de 2008

 

Curiosidades da Santa Inquisição

Como se poderá constatar pelo documento exibido, os escândalos sexuais, em que elementos da igreja católica se viram envolvidos, não são fruto dos tempos de crise (económica, social, de valores, etc.) que assola o mundo de hoje. Podemos também concluir que os membros do clero foram sempre sexualmente muito activos, tanto no passado como no presente, e o futuro só a Deus pertence.
A importância deste documento, para um blog regional como é este, prende-se com a geografia deste processo, já que o réu, um tal Frei Manuel do Sacramento do convento de S. Francisco de Santarém, foi , por sentença, degredado para a ilha S. Tomé, mas ao aí não haver qualquer convento, a sua pena foi o «degredo e cárcere perpétuo para o convento da província da Soledade de Santo António da Idanha-a-Nova, onde ficará recluso na sua cela».

Pois é, parece que no século XVII Idanha-a-Nova ficava tão longe de Lisboa como a remota ilha de S. Tomé, hoje fica um pouco mais pertinho.

Etiquetas: , , ,


Comments:
Menos mal que ficou "recluso na sua cela", senao ainda continua a sodomizar pela Idanha!

Muito interessante, bem haja pela divulgacao!

Um abraco de amizade dalgodrense.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?