19 de março de 2008

 

Páscoa idanhense, este ano sem o Ti Zé Fatela

Deixou este mundo, há já algum tempo, o Ti Zé Fatela, admiravel cantor da encomendação das almas e interveniente em mais actividades culturais ligadas à etnografia idanhense. Sou devedor deste Homem pelas vezes que sem qualquer transtorno me acompanhou à capela da Misericórdia, para ler as lápides portuguesas aí existentes, de que ele tinha a chave.

Era uma modesta homenagem que se impunha da minha parte.

Etiquetas: , ,


Comments:
Joaquim,

Uma merecida homenagem! também conheci o Ti Zé, conversamos algumas vezes, lembro-me de como uma vez me explicou como se fazia o "sarrão" e como do alto da sua humilde maneira de ser me disse: quando quiseres vais lá a casa e eu mostro-te um que lá tenho, tenho ensinado a muita gente, fico contente por te interessares por estas coisas.

um abraço e boa páscoa.
 
Sem duvida este senhor como outras pessoas desta mitica terra foi um defensor nato daquilo que é nosso as tradições e o património, Homenagem merecida senhor Joaquim.
 
como neto...nada tenho mais a dizer senão um obrigado.
 
Como neto e afilhado, posso dizer que tive, tenho e terei orgulho neste GRANDE HOMEM!

Bem-haja a todos!
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?