10 de março de 2008

 

Cem anos de investigação arqueológica no interior Centro




Como já aqui tivemos ocasião de referenciar vai ter lugar em Castelo Branco, organizado pelo Museu de Francisco Tavares Proença Júnior o Congresso Internacional de Arqueologia “Cem anos de investigação arqueológica no interior Centro”.

Ainda esperamos, muito sinceramente, algum contacto na medida em que acho (e sem falsas modéstias) que trabalhei anos e anos (e muito) em prol da Arqueologia da nossa região. Não vou aqui por agora recordar essas contribuições. Será fastidioso pois desde artigos publicados, cartas e levantamentos arqueológicos feitos, presença e comunicações em congressos, escavações, etc, etc, etc, já são algumas páginas de curriculum. Mas não. Nada de nada. Ainda por cima o congresso é organizado pelo Museu onde durante tantos anos trabalhei…Como é curta a memória. Pois bem. Resolvemos pedir à Sr.ª. Directora Dr.ª Aida Rechena informações sobre este acontecimento que vai reunir em Castelo Branco alguns dos nomes mais importantes da Arqueologia Nacional e um ou outro de fora. O Programa é provisório e promete. Não sabemos quais os critérios que presidiram à escolha dos palestrantes e comunicantes. È que apesar da qualidade de todos há realidades arqueológicas que hoje se desenvolvem na nossa Beira que não deviam ter sido esquecidas. É só uma opinião. Logo as diremos. Mas isso também pouco interessa Também me vou inscrever para ouvir e, principalmente, encontrar velhos companheiros e amigos.

A Dr.ª Aida, na carta que encima o envio da ficha de inscrição, crismou-me de Dr. Joaquim Batista. Pois é. Mas aproveito para informar que ainda não me licenciei. Lá iremos com a calma que nos caracteriza.

Também fiquei muito contente em ver que a câmara municipal da minha cidade avança com dois representantes a arqueóloga municipal Dr.ª. Sílvia Moreira (que vai falar com o Pedro Salvado sobre o Triângulo de S. Martinho) e o meu velho Amigo de guerras e de lutas Manuel Leitão.

PS- Irei também de passeio ao monte de S. Martinho e visitar a “minha” Idanha-a-Velha.

Etiquetas:


Comments:
A ausência de convite ao autor da "Carta Arqueológica da Freguesia de Idanha-a-Velha", entre outros, não se entende.

Um abraço,
 
Boas noites...

Onde é que é possível consultar o programa provisório deste Congresso?

Ass. Carlos Boavida
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?