18 de dezembro de 2007

 

Foi em 1978. Quem se lembra?



Foi em 1978, no Portugal democrático pós-25 de Abril que uma Assembleia de Freguesia com a conivência da respeitável "santa madre igreja" se demoliu ilegalmente um monumento classificado (IIP, Desp. Fevereiro de 1974) para no lugar colocarem um mamarracho "faraónico".
Passados trinta anos não foi pedida responsabilidades a ninguém.

O que aquí se passou pode passar-se em qualquer lugar deste país. O atentado à ponte romana de Segura ainda está fresco nas nossas memórias, os atentados diários às zonas históricas das nossas aldeias e cidades são uma constante. O poder político, efémero e dependente de consulta popular regular tende a fechar os olhos a estes atentados para não perder votos. Os serviços da administração central estão sub-dimensionados e alinham com o poder local na sobrevivência dos tachos. O património que se lixe.

Etiquetas: ,


Comments:
Como quase sempre, para muitos politicos estas coisas de "pedras velhas", nao tem valor nenhum. Alem disso a culpa morreu solteira como deve saber!
Tambem eu continuo desgostozo e sem poder fazer nada, a ver desaparecer o patrimonio nas zonas historicas, nas aldeias, vilas e cidades do nosso pais!

Um abraco de Boas Festas, do d'Algodres.
 
Não me lembro...Contudo um excelente NATAL
 
Boas Festas, caro Joaquim!
 
Um Santo e Feliz Natal
São os votos do António Ferreira
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?