24 de julho de 2007

 

Ídolo-placa de Idanha-a-Nova

Fotografia: José Pessoa. Divisão de Documentação Fotográfica do IPM

O acervo do Museu Nacional de Arqueologia é constituído por centenas de milhares de peças, das quais algumas dezenas de milhares integram aquilo se poderia designar por “tesouros nacionais”. Desse vasto e diversificado espólio, escolhemos todos os meses um exemplo.

Placa de xisto antropomórfica

nº de inventário: 9111
proveniência: Anta de Idanha-a-Nova. Castelo Branco
cronologia: Neolítico Final/Calcolítico
tipologia: Placa de xisto de Idanha
dimensão: altura 19 cm largura 7,43 cm espessura 0,86 cm
categoria: Artefactos ideotécnicos
Placa de xisto com representação de figura humana estilizada, da qual se destaca o tratamento dado aos braços e mãos que pendem ao longo do corpo. Sobrancelhas em arcos de círculo concêntricos enquadram dois orifícios que são a representação dos olhos. Decorada no anverso com incisões profundas em ziguezague.
As placas de xisto constituem um dos mais característicos objectos funerários do universo megalítico português. De formas e dimensões variadas, algumas apresentam um inequívoco aspecto antropomórfico como é o caso do exemplar escolhido. Esta notável placa esteve recentemente patente ao público na exposição "KEYSTONES" por Stephen Sack.
Bibliografia:
CATÁLOGO da Exposição: Portugal das Origens à Época Romana.
VASCONCELOS, José Leite de - Religiões da Lusitânia. p. 162-164, fig. 31.
SANTOS, Manuel Farinha dos - Pré-história de Portugal. p. 96-97.
CORREIA, Vergílio - "Os Idolos-placas", in Terra Portuguesa, 3º Vol. Ano 2, nº 13 e 14, p. 34.


Comments:
Onde se localiza esta anta?
 
Eu também gostava de saber, a sério.
 
Também tinha alguma curiosidade em saber...
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?