27 de abril de 2007

 

Epigrafia portuguesa da India

Inscrição portuguesa da igreja de Santa Maria do Castelo (Castelo Branco)
Ilustro este post com uma peça de Castelo Branco, pois não encontrei nenhuma da India
(Quando não se tem cão, caça-se com gato)


Ontem vi com muito gosto e atentamente um programa sobre Camões no Canal de História da TVCABO, embora a horas, melhor dizendo, fora de horas, entre as 5 e as 6 da manhã. Inserido no programa admirei inumeras inscrições portuguesas por inúmeros locais da União Indiana. Goa, Bombaim, Baçaim, etc. Quase todas elas em edifícios de ruína avançada, outras à mercê dos elementos. Ante tal espectáculo, gostaria que alguém me esclarecesse, se existe algum inventário da epigrafia portuguesa existente pelas quatro partidas do mundo; se existem estudos sobre a mesma (conheço alguns inventários singelos no Archeologo Portuguêz dos principios do século XX e a monumental obra sobre as inscrições do Forte de Baçaim, aliás já profundamente desactualizada) mais ou menos recentes.
Fica um alerta ao Ministério da Cultura e a certos Institutos e Fundações, no sentido de também acautelarem este património, que embora esteja noutras nações e lhes pertença, também é nosso, e como tal não deve ser esquecido nem ignorado, como parece ter sido o caso até aos dias de hoje. Estivesse eu em outras condições que arriscaria um projecto gigante para o estudo da epigrafia portuguesa por esse Mundo. Mas em Portugal é pura divagação, é melhor acordar, Bom Dia.

Etiquetas: ,


Comments:
Acredita em Bruxas? Não?!Mas uma existe,deseja ser um selo de correio e precisa do seu voto!

Clicar aqui para votar na Bruxa
 
Eu não sabia que o nome Bombaim derivava de boa baía!
Os indianos estão cada vez mais preocupados com o seu património português.Penso que o Ministério dos Negócios Estrangeiros tinha em colaboração com a Fundação Calouste Gulbenkian feito um inventário.
J.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?