16 de março de 2007

 

Bilhas de gáz


Nesta imagem, captada em 2003, estão lado a lado dois males que atingem as nossas remotas aldeias do interior. A desertificação e o mau gosto. Neste caso uma casa quinhentista de portados chanfrados em bisel, com um depósito de bilhas de gáz em frente. Dirão com razão que não dá guerra a ninguém, mas já viram que até ao nível da segurança, esta localização não é a mais conveniente?
Aliás pelas nossas aldeias toda a gente põe depósitos de gáz no meio da rua sem qualquer preocupação de segurança nem estética. É onde calha.
Em Idanha-a-Velha num espaço de poucas dezenas de metros temos três revendedores de gáz com os respectivos depósitos no meio da rua. Não será demais? Afinal é uma povoação pequena com pouco mais de 80 habitantes. Qualquer dia haverá mais depósitos de revenda de gáz que habitantes..........
Foto da DGBMN e retrata a aldeia de Capinha (Fundão)

Etiquetas: , ,


Comments:
E são logo da cor dos lagartos
 
Melhor verdes que azules
 
É a animação turística das aldeias do patricionada pelo IPPAR.
 
O mal é geral. No bairro onde vivo em Coimbra é a mesma coisa.
Bom Domingo.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?