22 de dezembro de 2006

 

Uma questão de óptica



Desculpem a presunção. Mas presunção e água benta cada qual toma a que quer.
Lendo, com a devida atenção, a entrevista ao senhor Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, engenheiro Álvaro Cachucho Rocha publicada na revista “Viver” deparei com um homónimo até hoje desconhecido. Ao dissertar sobre o seu curriculum técnico e a sua experiência agrícola dos cafezais de Uíge até às campinas da Idanha e sobre a sua ascensão política desde as eleições de 1979 que foi eleito vereador , com saídas e retornos, até ao seu saliente e activo papel como responsável “pelo lançamento e organização da Feira Raiana (p.5)” durante «o reinado de boa memória” de 1994 (não não, meus amigos, isto ainda é uma república) ) afirma o nosso Presidente: “Em 1997 o Joaquim Morão foi-se embora e as eleições foram ganhas pelo Dr. JOAQUIM BATISTA.” Não sabia. Penso que as eleições desse ano foram sim ganhas pelo Dr. FRANCISCO BATISTA. Pois bem. Publicamente declaro que nunca fui nem penso vir a ser candidato à Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, mas também ainda não sou licenciado. Foi uma gralha dirão. Ele há ‘gralhas’ levadas do diabo...


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?