22 de dezembro de 2006

 

Revista Viver





Acaba de nos chegar às mãos o número 3 da revista “Viver - com o subtítulo vidas e veredas da raia”, editada pela Adraces – Associação para o Desenvolvimento da Raia Centro-Sul. A edição tem como grande tema: Associações e associativismos da Bis. BIS é a sigla da Beira Interior-Sul geografia da qual o meu concelho de residência e o meu concelho de nascimento fazem parte. São 49 paginas muito ecléticas quanto aos seus conteúdos. Os conhecimentos expressados, as problemáticas e os factos transmitidos e analisados variam muito de autor para autor. Os textos do Profs. Domingos Santos do IPCB e o de José Portela da UTAD destacam-se do conjunto das prestações. Voltaremos, em breve, a esta revista que entre outras curiosidades deu a conhecer ao grande público algumas facetas teóricas, conceptuais e vivenciais dos nossos dirigentes associativos e políticos locais até agora desconhecidas. Dominadas pelo Eixo 3 de Bruxelas, pelo Leader + e pelo Ministério da Agricultura do Desenvolvimento Rural e das Pescas que a subsidiam, estas veredas de papel profusamente ilustrado, importantíssimo fórum de debate do nosso futuro raiano, iluminaram não só um caçador de elefantes e de leões africanos o “Leão da Idanha” (sic) como confirmaram que, e passo a citar, «Nenhum recanto da Beira Baixa representa mais ao vivo a ancestralidade do povo lusitano que esta região raiana». Onde é que eu já li isto?


Comments:
AGORA HÁ LEÕES NA IDANHA? NÃO ERAM AVESTRUZES?
 
Ministério da Agricultura do Desenvolvimento Rural e das Pescas. Sim, sim já sabemos onde é que gastam o dinheiro.
 
Já vi a revista e na minha opinião nunca o Ministério da Agricultura gastou dinheiro tão bem gasto...
 
Respeito a sua opinião. Tem toda a razão.Ap lado da Viver estas publicações não valem nada




BOAS PRÁTICAS DE GESTÃO EM SOBREIRO E AZINHEIRA

Esta publicação tem por objectivo sintetizar e divulgar informação dispersa em abundante bibliografia sobre a gestão dos montados e de povoamentos de sobreiro e azinheira. Por essa razão, embora não contenha informação original, o trabalho não inclui referências bibliográficas.
Novembro de 2006
Texto integral em formato .pdf (6,49MB)

FONTE: Direcção-Geral dos Recursos Florestais



--------------------------------------------------------------------------------


VALORIZAÇÃO DAS EXPLORAÇÕES AGRÍCOLAS

A reconversão do sector agrícola por forma a torná-lo mais moderno e mais competitivo é um imperativo nacional. É, assim, necessário assegurar que os empresários agrícolas estejam preparados para responder de uma forma eficaz, com recurso às melhores práticas agrícolas e ferramentas de gestão, aos desafios que se lhes colocam diariamente, resultantes de uma sofisticação da procura e do acréscimo da concorrência mundial.

Livros da Colecção:
- Conceitos e Práticas em Modernas Explorações Agrícolas
- Manuseamento de Produtos Hortofruticolas
- Novos Produtos de Valor Acrescentado
- Genética, Biotecnologia e Agricultura
- Tecnologias de Informação e Comunicação e a Agricultura
- Marketing nas Pequenas e Médias Explorações Agrícolas
- Normas e Legislação
- Estudo de Casos de Boas Práticas de Gestão de Explorações Agrícolas

Consulte on-line

Produção apoiada pelo Programa Operacional Agricultura e Desenvolvimento Rural (AGRO), co-financiado pelo Estado Português (MADRP) e pela União Europeia através do Fundo Social Europeu.


--------------------------------------------------------------------------------

AGRICULTURA E AMBIENTE

A crescente consciencialização ambiental e regulamentos ambientais cada vez mais exigentes, obrigam a uma atenção reforçada sobre as práticas agrícolas e sobre o impacto destas no ambiente.

Livros da Colecção:
- Actividades Agrícolas e Ambiente
- Utilização de Produtos Fitofarmacêuticos na Agricultura
- Gestão de Resíduos Orgânicos
- Tecnologias Limpas em Agro-Pecuária
- Produção Integrada
- Gestão Ambiental e Economia de Recursos
- Estudo de Casos de Boas Práticas Ambientais na Agricultura

Consulte on-line

Produção apoiada pelo Programa Operacional Agricultura e Desenvolvimento Rural (AGRO), co-financiado pelo Estado Português (MADRP) e pela União Europeia através do Fundo Social Europeu.


--------------------------------------------------------------------------------

CÓDIGO DE BOAS PRÁTICAS DE CONSERVAS DE SARDINHA E DO TIPO DE SARDINHAS

Este código apresenta indicações tecnológicas e requisitos essenciais de higiene, respeitantes à produção de conservas de sardinha ou de outras definidas legalmente do tipo sardinha a partir de peixe fresco ou refrigerado.
Inclui recomendações destinadas a apoiar a indústria conserveira e a informação necessária para a aplicação dos princípios HACCP.
2006
Texto integral em formato .pdf (2,28MB)

FONTE: Associação da Indústria Alimentar pelo Frio (ALIF) - divulgado pela Direcção-Geral de Veterinária / DSCNPGQ



--------------------------------------------------------------------------------

AGRICULTURA PORTUGUESA - PRINCIPAIS INDICADORES
PORTUGUESE AGRICULTURE MAIN INDICATORS

A presente edição actualiza a informação publicada na edição "Agricultura Portuguesa - Principais Indicadores 2002". À semelhança das edições anteriores, pretende-se compilar uma selecção da informação mais relevante e útil à maioria dos agentes ligados ao sector. Como novidades desta edição, destacam-se a introdução de dois novos capítulos: os capítulo I - O Clima e III - Os Territórios.
Lisboa, Maio 2006
Texto integral em formato .pdf (4,02MB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar



--------------------------------------------------------------------------------

ENVOLVENTE SÓCIO-ECONÓMICA 2005 AO SECTOR AGRÍCOLA PORTUGUÊS

Anualmente, em Março, o Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar, elabora a Envolvente Sócio Económica ao sector agrícola. Este documento é normalmente incorporado nos relatórios anuais de execução dos Programas Comunitários para a Agricultura.
Lisboa, Março 2006
Texto integral em formato .pdf (332 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

ANUÁRIO VEGETAL 2005
CROP PRODUCTION YEARBOOK

Publicação anual de divulgação de informação sobre a evolução de variáveis ligadas à produção e comercialização de produtos vegetais: frutos, hortícolas, flores, azeite e azeitona e culturas arvenses. Lisboa, 2006
Texto integral em formato .pdf (10,4 MB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

ANUÁRIO PECUÁRIO 2005
ANIMAL PRODUCTION YEARBOOK

Publicação anual de divulgação de informação sobre a evolução de variáveis ligadas à produção e comercialização de produtos animais: bovinos, suinos, ovinos e caprinos, aves e ovos, frango, perú, leite e lacticínios.
Lisboa, 2006
Texto integral em formato .pdf (48.06 MB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar



--------------------------------------------------------------------------------

ANUÁRIO DE CAMPANHA 2004/05

Esta publicação, que tem por finalidade a apresentação de um conjunto de dados estatísticos relativos às principais ajudas pagas pelo INGA, no ano de 2004, baseia-se em dados declarativos da campanha 2004/05 e pretende dar a conhecer, do ponto de vista da produção agrícola, a distribuição regional dos agricultores, das áreas culturais e efectivos animais.
Lisboa, 2005
Texto integral em formato .pdf (3,60MB)

FONTE: Instituto de Financiamento e Apoio ao Desenvolvimento da Agricultura e Pescas/Instituto Nacional de Intervenção e Garantia Agrícola


--------------------------------------------------------------------------------

EXPECTATIVAS DOS EMPRESÁRIOS AGRÍCOLAS 2005 - 2007

A informação sobre expectativas dos empresários agrícolas foi obtida através de entrevistas directas e pessoais realizadas junto de 928 produtores aderentes à Rede de Informação de Contabilidades Agrícolas (RICA). Foram seleccionados cerca de 69% dos efectivos daquele sistema com base em critérios de conveniência, como a disponibilidade e o interesse pelo tema, tendo em vista representar diversos segmentos da agricultura nacional.
Lisboa, 2005
Texto integral em formato .pdf (205 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

AGRICULTORES, ENTIDADES E SERVIÇOS
Relatório final do projecto "Diagnóstico prospectivo dos serviços em meio rural no Entre Douro e Minho"


O presente trabalho "Agricultores, Entidades e Serviços" corresponde ao relatório final do projecto "Diagnóstico prospectivo dos serviços em meio rural no Entre Douro e Minho" financiado pelo Programa Operacional da Região do Norte, no âmbito da Medida 3.19 - Assistência Técnica FEDER.
B r a g a - 2 0 0 5
Texto integral em formato .pdf (8,21 MB)

FONTE: Direcção Regional de Agricultura de Entre-Douro e Minho


--------------------------------------------------------------------------------

EXPECTATIVAS DOS EMPRESÁRIOS AGRÍCOLAS 2004 - 2006

A informação sobre expectativas dos empresários agrícolas foi obtida através de entrevistas directas e pessoais realizadas junto de 1048 produtores aderentes à Rede de Informação de Contabilidades Agrícolas (RICA). Foram seleccionados cerca de 84% dos efectivos daquele sistema com base em critérios de conveniência, como a disponibilidade e o interesse pelo tema, tendo em vista representar diversos segmentos da agricultura nacional.
Lisboa, 2005
Texto integral em formato .pdf (284 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

ABANDONO AGRÍCOLA: UM PROBLEMA DE SEGURANÇA E DEFESA NACIONAIS
Série Estudos e Documentos nº 11
Maria João Pastor Fernandes

O tema é abordado a dois níveis: as grandes causas do abandono agrícola e suas consequências face à segurança nacional e a análise das principais dimensões do fenómeno e respectiva relevância em termos de defesa nacional.
Lisboa, Agosto 2005
Texto integral em formato .pdf (370 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

APOIOS À AGRICULTURA 2004 - PORTUGAL CONTINENTAL

Texto integral em formato .pdf (113 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

TIPOS DE AGRICULTURA EM PORTUGAL
Série Estudos e Documentos nº 9
João Paulo Marques

Não obstante Portugal ser um país de reduzidas dimensões, tem uma realidade agrícola de enorme diversidade. Este trabalho analisa essa complexa realidade e apresenta uma hipótese de tipologia da agricultura portuguesa.
Lisboa, Dezembro 2004
Texto integral em formato .zip (558 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

EXPECTATIVAS DOS EMPRESÁRIOS AGRÍCOLAS 2003 - 2005

A informação sobre expectativas dos empresários agrícolas foi obtida através de entrevistas directas e pessoais realizadas junto de 913 produtores aderentes à Rede de Informação de Contabilidades Agrícolas (RICA), com excepção da região agrária da Beira Litoral. Foram seleccionados cerca de 68% dos efectivos daquele sistema com base em critérios de conveniência, como a disponibilidade e o interesse pelo tema, tendo em vista representar diversos segmentos da agricultura nacional.
Lisboa, 2004
Texto integral em formato .pdf (284 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

A REDE DE INFORMAÇÃO DE CONTABILIDADES AGRÍCOLAS (RICA) EM PORTUGAL
Série Estudos e Documentos nº 8
Teresa Belo Dias e Lara Coelho Marques

A RICA é uma rede de recolha de dados em explorações agrícolas no âmbito da UE e que tem como principais objectivos determinar anualmente os níveis de rendimento dos principais tipos de explorações agrícolas e disponibilizar a informação para a preparação e acompanhamento de medidas de política agrícola relacionadas com as estruturas produtivas e com os mercados.
Lisboa, Setembro 2004
Texto integral em formato .zip (1.848 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar

--------------------------------------------------------------------------------


DESENVOLVIMENTO E RURALIDADE EM PORTUGAL - Uma Análise Empírica

Estudo sobre questões de desenvolvimento económico e social dos concelhos portugueses, com especial ênfase no eixo agro-rural desse desenvolvimento.
Lisboa, Maio 2004
Texto integral em formato .pdf (1.604 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

APOIOS À AGRICULTURA 2003 - PORTUGAL CONTINENTAL

Texto integral em formato .pdf (113 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

PORTUGAL RURAL: TERRITÓRIOS E DINÂMICAS

A extrema diversidade do espaço rural português e a aceleração dos processos de mudança que nele decorrem apontam para a necessidade de melhorar o seu conhecimento e de incorporar este conhecimento numa actuação coerente do MADRP, com vista ao desenvolvimento sustentado agrícola e rural.
Outubro 2003
Nota de apresentação .pdf

Atlas Rural (.zip 6.038 KB)

Territórios e Dinâmicas (.zip 59.258 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

AGRICULTURA PORTUGUESA - PRINCIPAIS INDICADORES
PORTUGUESE AGRICULTURE MAIN INDICATORS

A edição de 2003 de "Agricultura Portuguesa – Principais Indicadores", que actualiza a informação publicada em edições anteriores, apresenta os principais indicadores que permitem caracterizar de modo sucinto as actividades agrícola e florestal portuguesas, a sua importância no nosso País e na agricultura da UE, bem como descrever a sua evolução recente.
Lisboa, Agosto 2003
Texto integral em formato .pdf (314 KB)

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar



--------------------------------------------------------------------------------

IDENTIFICAÇÃO DE EQUINOS

Maria Portas
Todo o circuito de identificação: material e métodos;
Pelagens: novos tipos, imagens, classificação oficial;
Execução de resenho, exemplos;
Correspondência idiomática;
Manual para médico veterinários, técnicos, criadores, proprietários, cavaleiros

Preço: 20 Euros (+ 2,25 Euros para portes)
Venda: Av. Duque Ávila, 32-2º - 1000-141 Lisboa / Tel. 213 193 500
Email: snc@snc.min-agricultura.pt

FONTE: Serviço Nacional Coudélico


--------------------------------------------------------------------------------

SENSIBILIDADE DOS PRODUTORES AGRÍCOLAS FACE AO AMBIENTE
Série Estudos e Documentos nº 7
Maria do Socorro Rosário

Com este trabalho pretendeu-se avaliar o conhecimento do produtor agrícola sobre o que é o ambiente e os diversos tipos de valorização que dele fazem, bem como conhecer o seu interesse relativamente às funções ambientais e auscultar a sua opinião sobre as Medidas Agro-Ambientais.
Texto integral em formato .zip
Lisboa, Junho 2003

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar

--------------------------------------------------------------------------------

ESTUDO COMPARATIVO DE VARIÁVEIS TÉCNICO-ECONÓMICAS DA AGRICULTURA: ANO BASE DE 1997
Série Estudos e Documentos nº 6
Margarida R. Lopes Dias Jesus

O presente trabalho centra-se no estudo comparativo de resultados obtidos a partir de dois sistemas de informação residentes no Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar: a Rede de Informação de Contabilidades Agrícolas (RICA) e o Modelo de Base Microeconómica (MBM) para o ano de 1997.
Texto integral em formato .pdf
Lisboa, Junho 2003

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar

--------------------------------------------------------------------------------

EXPECTATIVAS DOS EMPRESÁRIOS AGRÍCOLAS 2002 - 2004

Informação produzida a partir de um painel experimental de produtores
Esta publicação reúne e sistematiza informação relativa às expectativas dos empresários agrícolas para 2002-2004, obtida através de entrevistas directas e pessoais a produtores aderentes à Rede de Informação de Contabilidades Agrícolas (RICA).
Lisboa, 2002
Texto integral em formato .pdf
Texto integral em formato .zip

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

CACAU - TECNOLOGIA PÓS-COLHEITA

O Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar do MADRP e o Instituto da Cooperação Portuguesa do MNE promoveram a publicação do livro "Cacau - tecnologia pós-colheita" da autoria do Prof. Mendes Ferrão.
Envolvendo a prática de muitos trabalhos realizados em S.Tomé e Príncipe e em Cabinda, este trabalho apresenta, um conjunto de boas práticas nas operações pós-colheita, visando a obtenção de um cacau comercial de boa qualidade, essencial para criar condições de competitividade no mercado internacional.
Lisboa, 2002

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

EVOLUÇÃO DO COMÉRCIO EXTERNO AGRO-FLORESTAL EM PORTUGAL
Série Estudos e Documentos nº 5
Susana Barradas

Este estudo, além de disponibilizar os dados de comércio externo do complexo agro-florestal, no período 1980 a 2000, propõe-se analisar os efeitos da integração no mercado comunitário no funcionamento do comércio externo nacional.
Texto integral em formato .zip
Lisboa, Abril 2002

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar

--------------------------------------------------------------------------------

A ROTULAGEM É FÁCIL DE PERCEBER? COMO DESCODIFICAR UM RÓTULO

As legislações nacional e comunitária fixaram as indicações de rotulagem que o consumidor tem de conhecer, para comprar os seus alimentos.
Este folheto tem por objectivo apresentar-lhe, de forma breve, essa informação.
Lisboa, Junho 2002
Texto integral em formato .pdf (4,82MB)

FONTE: (Ex) Direcção-Geral de Fiscalização e Controlo da Qualidade Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------



O Panorama Agricultura 2000 contém uma caracterização e análise da evolução da agricultura portuguesa, com ênfase no ano 2000, embora enquadradas nos movimentos de médio e longo prazo, à semelhança das edições anteriores.
Texto integral
Lisboa, Novembro 2001



FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

CEREAIS EM PORTUGAL NO SÉCULO XX - Instrumentos de pesquisa para a História dos Organismos Responsáveis pela Política Cerealífera no Século XX - I e II volumes

A documentação pertencente à Empresa para Agroalimentação e Cereais, S.A. - EPAC - herdada dos organismos corporativos e dos organismos de coordenação económica ligados ao sector dos cereais, acumulada desde a década de 30 do século XX, passou por um processo de avaliação, descrição e selecção após o que se procedeu à sua incorporação no Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo. Como resultado deste trabalho publicou-se um inventário em dois volumes que servem de guia para a consulta da documentação, por parte de investigadores, técnicos, estudantes e especialistas.
Estas publicações podem ser solicitadas à Divisão de Documentação e Informação, da Secretaria Geral, do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, através do telefone nº 213234630 ou do E-mail: geral@min-agricultura.pt.
Lisboa, 2001

FONTE: Secretaria-Geral


--------------------------------------------------------------------------------

HIGIENE DOS QUEIJOS

A Higiene dos Géneros Alimentícios compreende as medidas necessárias para garantir a sua segurança em todas as fases após a produção primária (na qual se incluem a alimentação e a produção animal bem como a ordenha) designadamente na preparação, transformação, embalagem, transporte, distribuição, manuseamento e venda ou colocação desse alimento à disposição do público consumidor.
Lisboa, Novembro 2001
Texto integral em formato .pdf (6,43MB)

FONTE: (Ex) Direcção-Geral de Fiscalização e Controlo da Qualidade Alimentar


--------------------------------------------------------------------------------

ESTUDO E DIAGNÓSTICO DE NECESSIDADES DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL AGRÁRIA NOS CONCELHOS DE VISEU E PENEDONO

O presente trabalho surge de uma parceria entre a ARAVIS - Associação Regional de Agricultores de Viseu e a Zona Verde, Consultoria e Estudos Agrários, Lda., e preocupação conjunta em conhecerem - As Necessidades de Formação Profissional dos Produtores Agrícolas dos Concelhos de Viseu e Penedono- de forma a serem promovidas acções de formação profissional, concordantes com as reais características sócio-demográficas, situação profissional, explorações agrícolas e reais carências formativas sentidas pelos vários organismos envolvidos.
Viseu, Outubro 2001
Texto integral em formato .pdf
Texto integral em formato .zip

SUPLEMENTO - QUANTIFICAÇÃO DE NECESSIDADES DE FORMAÇÃO
Texto integral em formato .pdf
Texto integral em formato .zip

FONTE: ARAVIS - Associação Regional de Agricultores de Viseu


--------------------------------------------------------------------------------

DIAGNÓSTICO DO COMPLEXO DE PRODUÇÃO AGRO-ALIMENTAR - SECTOR DO LEITE E LACTICÍNIOS
Série Estudos e Documentos nº 2
Ana Filipe de Morais

Estudo prospectivo do sector do leite e produtos lácteos: análise do ambiente competitivo em que o sector se insere; análise das estruturas de produção e transformação e do papel assumido pela organização da produção e pelas estruturas de comercialização e distribuição; análise da situação do mercado interno e externo; levantamento de estrangulamentos e potencialidades e dos factores dinâmicos de competitividade globais e vectores de evolução para o sector.
Texto integral em formato .zip
Lisboa, Setembro 2001


FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar

--------------------------------------------------------------------------------

FILEIRA DA CARNE DE PORCO - DIAGNÓSTICO SECTORIAL
Série Estudos e Documentos nº 4
Luís Carlos Machado

Reúne um conjunto de elementos para um melhor cOnhecimento da fileira nacional da carne de porco, possibilitando uma reflexão prospectiva sobre as tendências de evolução da mesma, bem como a introdução de medidas que estrurturem e tornem, por isso, mais competitivo este importante sector da agricultura portuguesa.
Texto integral em formato .zip
Lisboa, Maio 2001

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar

--------------------------------------------------------------------------------

INSTRUMENTOS de POLÍTICA AGRÍCOLA e FORMAÇÃO do PREÇO no PRODUTOR
Série Estudos e Documentos nº 3
Susana Barradas

Este documento tem como objectivo principal, explicitar a relação do preço no produtor no mercado comunitário de alguns bens agrícolas com os instrumentos utilizados pela política agrícola comunitária, nomeadamente, o preço de intervenção, o preço das importações e as ajudas ao rendimento dos agricultores.
Texto integral em formato .zip
Lisboa, Fevereiro 2001

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar

--------------------------------------------------------------------------------

COOPERAÇÃO PORTUGUESA NO SECTOR AGRÍCOLA

Relatório de Actividades - 2000
Publicação: Fevereiro 2001


Texto integral em formato .pdf
Lisboa, Fevereiro 2001


FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar



--------------------------------------------------------------------------------

PANORAMA AGRICULTURA 1999

Contém uma caracterização e análise da evolução da agricultura portuguesa com ênfase no ano de 1999, embora enquadradas no contexto dos últimos dez anos. Aborda ainda temas que, previsivelmente, irão condicionar o desenvolvimento agrícola no futuro próximo, procurando enunciar os principais desafios que virão a ser postos pela concretização das decisões da Agenda 2000, pelos resultados das negociações no âmbito da Organização Mundial do Comércio e pelo alargamento da União Europeia.
Texto integral em formato .pdf
Lisboa, Outubro 2000

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar



--------------------------------------------------------------------------------

FRUTAS E PRODUTOS HORTÍCOLAS

Produção, Comercialização e Qualidade
2000

Cópia da edição em cd-rom

FONTE: Secretaria de Estado dos Mercados Agrícolas e da Qualidade Alimentar/ Programa de Acções para Reforço da Aplicação das Normas Comuns de Qualidade para as Frutas e Produtos Hortícolas


--------------------------------------------------------------------------------

MANUAL BÁSICO de PRÁTICAS AGRÍCOLAS

Documento elaborado no âmbito do Grupo Técnico de Trabalho para as Boas Práticas Agrícolas - Auditor de Ambiente (coord.), INIA, IHERA e DGPC.
Texto integral em formato .pdf
Distribuição gratuita
Lisboa 2000

FONTE: Instituto Nacional de Intervenção e Garantia Agrícola

--------------------------------------------------------------------------------

A PROCURA de CARNE em PORTUGAL
Série Estudos e Documentos nº 1
Cristina Santos

Estudo dos factores que determinaram o comportamento dos consumidores de carne em Portugal, durante o período de 1981 a 1997, contribuindo assim para melhorar o acesso dos produtos nacionais ao mercado. Inclui uma reflexão sobre a qualidade e a sua importância para o sector pecuário português.
Texto integral em formato .zip (96 KB)
Lisboa, Junho 2000

FONTE: Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar

--------------------------------------------------------------------------------

NORMAS GERAIS DE HIGIENE PARA OS GÉNEROS ALIMENTÍCIOS

Até chegarem ao público consumidor, ou seja, durante as etapas seguintes à produção primária, os alimentos podem ser objecto de alterações, por diferentes causas, de origem física..., química... biológica... . Estas causas, na maioria das vezes, não actuam separadamente, mas, sim, em conjunto.
Lisboa, Setembro 1998
Texto integral em formato .pdf (3,62MB)

FONTE: Direcção-Geral de Fiscalização e Controlo da Qualidade Alimentar


E HÁ MUITAS OUTRAS
 
ANUÁRIO DE CAMPANHA 2004/05

Esta publicação, que tem por finalidade a apresentação de um conjunto de dados estatísticos relativos às principais ajudas pagas pelo INGA, no ano de 2004, baseia-se em dados declarativos da campanha 2004/05 e pretende dar a conhecer, do ponto de vista da produção agrícola, a distribuição regional dos agricultores, das áreas culturais e efectivos animais.
Lisboa, 2005
 
Tantas publicações de elevadíssima qualidade em muito contribuíram, ao longo destes anos, para elevar ao mais alto nível a qualidade da nossa agricultura e, não só justificaram a elevada quantidade de funcionários públicos que temos, como também justificam novas contratações. É à Portuguesa.... muita parra e pouca uva...
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?