28 de novembro de 2006

 

Ermida de S. Domingos em Idanha-a-Velha















Num morro sobranceiro ao rio Ponsul, a algumas centenas de metros para poente de Idanha-a-Velha, encostado à ponte nova, na sua cota mais elevada, resiste ao tempo e ao Homem os restos de uma antiga ermida dedicada a S. Domingos. Localmente o local é conhecido por Barreira de S. Domingos. Não se sabe a data da construção, mas esta deverá ter sido feita no século XVI/XVII, dado que consta nos Registos Paroquiais de 1758. Do antigo recheio resiste, mas não sei onde, uma imagem de S. Domingos em pedra de Ançã, que residia até há alguns anos a esta parte na capela de S. Dâmaso em Idanha-a-Velha. Espero que esteja, pelo menos em boas mãos no domínio público. Consta-se que veio desta capela um nicho em granito bastante eleborado, que está à minha guarda e à vista de todos em frente da minha casa em Idanha-a-Velha, mas derivado à dimensão da peça comparativamente ao imóvel, isso não deve ser possível, a não ser que estivesse a cumprir outra função. Pela população a memória desta ermida está esquecida e muitos nem sequer sabem da existência destas ruínas. Esperemos que resistam mais alguns anos e pelo menos escapem à saqueação a que está sujeito o património móvel e imóvel deste interior esquecido.

Comments:
Esperemos de facto que assim aconteça: que não se saqueie mais...Ainda bem que o amigo Joaquim guarda "religiosamente" o nicho. Assim temos a certeza que está a salvo e protegido.
 
O desgracado do Sao Domingos, deve ser santo de pouca devocao, pois pelos meus lados , mais propriamente na freguesia de Fuinhas, tambem existem as ruinas do que foi uma sua capela.
Sera que foi por ele ser o patrono dos dominicanos, os maiores incentivadores da inquisicao?

Um abraco.
 
Quem sabe, Amigo Al, se não haverá alguma razão desse teor subjacente?

Abraço
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?