4 de julho de 2006

 

Cemitério romano-visigótico(?) da Egitânia





























Quatro fotos ilustram o estado de conservação e de apresentação na necrópole romano-visigoda (?), situada algumas dezenas de metros a norte da aldeia de Idanha-a-Velha e mesmo ao lado da estrada municipal que liga a aldeia à estrada nacional.

Foi este arqueossítio escavado na meada dos anos 50 do século passado por Fernando de Almeida e Octávio da Veiga Ferreira. A sua descoberta foi ocasional. Uma rês afundou uma pata numa sepultura, tendo os ganhões ido ver o que se passava. Avisaram de seguida o Senhor António Marrocos proprietário do terreno que por sua vez alertou os arqueólogos atrás citados. Da campanha de escavações resultou o aparecimento de 37 sepulturas de diferentes tipologias (desde aquelas formadas por tégulas até ao aparecimento de dois túmulos-arca), todas elas sem qualquer espólio de qualquer tipo, daí a insegurança na datação.

Hoje este monumento está neste estado, bem lastimável, mas de dificil compreenção já que na aldeia está uma equipa dedicada às escavações e limpezas do património o ano inteiro. O facto de o terreno ser de um particular penso que não é razão para este cemitério estar neste estado.

Alguém faz algo? IPPAR, IPA, CMIN? então como é?

Bibliografia: Almeida, Fernando de; O. da Veiga Ferreira - Cemitério romano-visigodo de Idanha-a-Velha, Archivo Español de Arqueologia, 31, Madrid, p. 217-222.

Comments:
Lindo cemitério...
pode ser estranho para o comum dos mortais ouvir ou ler tais palavras, porém árqueólogos, historiadores e outros amantes do património é assim que estasiadamente se pronunciam...
Merece ser preservado, merece. Daqui me junto ao apelo do meu amigo Joaquim: então ninguém faz nada? IPA, CMIN, então, como é?
 
Nao havera possibilidade do particular ceder esse terreno a autarquia?
Realmente e lamentavel o abandono!
Queria colocar-lhe uma questao; existem nesse cemiterio algumas sepulturas escavadas na rocha?
 
Caro Al com o proprietário creio não haver qualquer tipo de problema. Efectivamente existem algumas sepulturas escavadas na rocha (xisto). Caro TSFM, bem haja pela solidariedade.
 
escrever ao ipa!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Não vale a pena o selo................
 
lamentável. Parece o País que somos
 
pelo menos, cumpria-se a nossa obrigação.
 
qual é o CNS (Endovelico)?
 
Bota é o CNS 12954
 
mas não consta dos roteiros turísticos oficiais da ra+aziada das idanhas
 
Não seria inédito se o problema se devesse ao estar localizado em terreno privado: direitos adquiridos dá no que dá.

Por outro lado, do IPPAR eu não esperaria grande coisa.
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?