5 de junho de 2006

 

Ainda acerca dos Calmões

Acho que o Jorge Portugal pôs o dedo na ferida. Não é nada que eu não estivesse à espera. Efectivamente penso que os calmões são descendentes de famílias de origem judaica. No caso de Alcafozes são assim chamados os Brito e os Pereira. O facto de possuirem rabo de sete em sete gerações está claramente associado ao Mafarrico, que também tem cauda. Eis pois em poucas palavras um modo de exclusão social de um grupo, de que não se tem memória porquê. Ficou-lhe o nome e ainda hoje é comum ouvir-se a propósito "é calmão" em tom desdenhoso.

Comments:
Apesar de ser pereira ainda estou à espera de ter cauda...
 
O Bota so daqui a sete geracoes.

Um abraco beirao.
 
Um tio-avô meu, natural de Penamacor, já falecido, era conhecido por Zeca "Calmão". Saiu muito jovem de lá e não visitava a localidade amiude, mas há ainda em Penamacor muita gente (especialmente idosos) que se lembra dele.
De acordo com o que ouvi na família desde novo essa era, com efeito, uma alcunha para judeu. Curiosamente em relação à irmã desse "Calmão" - a minha avó materna - nunca usaram essa alcunha.
Segundo julgo saber, o meu bisavô também não era tratado assim... e não tenho conhecimento de nenhuma prática judaica na minha família...
Contudo sei que o nome da família (de Campos) tem ascendencia judaica.
 
Ola, talvez me possam ajudar. Tenho uma certa curiosidade nas origens da minha familia (que e de Idanha-a-nova mas nao sei sequer onde comecar a procurar.
Somos a familia Couchinho. Pelo que tenho lido de outros livros suspeito que seremos originalmente oriundos do Alentejo, ja que e no Alentejo que tinham por habito apelidar as pessoas de acordo com caracteristicas fisicas e que talvez tivessemos migrado um pouco para norte devido a fome ou desemprego. Estarei certo? Existe algum registo sobre a familia Couchinho?
Cumprimentos
 
Caro Lowlander, desculpe só agora lhe responder. Sobre a familia Couchinho nada sei em relação á sua história. Em Idanha já ouvi falar dela e por certo conhecerei alguns elementos. Caso venha a saber algo terei todo o gosto em lho comunicar. Para isso gostaria que me fornecesse, caso queira, o seu email ou mesmo morada. Com muitos cumprimentos
Joaquim Baptista
 
Caro Lowlander, eu sou Marilia Couchinho e o pouco que sei da nossa familia é que o nome Couchinho teve origem nos coucho de cortiça que se utilizam para beber. Pois um avó nosso por onde passava deixa um coucho. E que temos mistura de Normandos e Judeus Novos. Gostava que me dizesse de onde descende.
 
Olá, tambem eu pertenço há, quanto julgo saber enorme familia Couchinho, mas tambem pouco posso acrescentar.A não ser que o meu avo materno, com o mesmo nome que eu era pastor e residia em Idanha-á-Nova. Vou tentar saber algo mais sobre a familia.
Um Abraço, e como se diz em Idanha, "Bem-hajam".
 
Olá,tambem eu pertenço há grande familia Couchinho. Do pouco que sei, o meu avô materno com o mesmo nome que eu, Manuel Couchinho, era pastor e residia em Idanha-á-Nova.Vou tentar saber algo mais sobre a nossa familia. Até breve, e BEM_HAJAM.
 
Cara Marilia,

Ha anos que nao punha olhos neste post... e afinal meses vai havendo respostas.
Olhe nao quero por detalhes pessoais de mais nos comentarios que quando faco google do meu proprio nome ja aparece mais do que aquilo que considero desejavel sobre mim por causa de descuidadamente assinar o que escrevia quando ainda era novato nestas coisas da net.
Dai que se quiser entrar em contacto propunha que ou me desse um e-mail para a contactar ou em alternativa (se calhar a melhor alternativa) pedir o meu contacto aqui ao dono do blog com quem ja troquei alguma correspondencia.

Cumprimentos.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?