17 de abril de 2006

 

Proença-a-Velha

Calvário coroando Proença-a-Velha
Proença-a-Velha é uma das terras mais antigas do concelho de Idanha-a-Nova. Os vestígios mais antigos são do tempo dos romanos, atestados em algumas inscrições e restos materiais que aparecem nos campos ao redor. A proximidade à Civitas Igaeditanorum, por certo foi um motivo para tal antiguidade. Hoje ambas estão definhando.
Em Proença-a-Velha as antigas tradições pascais têm sido revitalizadas atraíndo hoje em dia já bastantes forasteiros.
São motivos de visita a Misericórdia, a Matriz e a capela do Senhor do Calvário de onde se tem uma vista admiravel, conforme a foto não nos deixa mentir.
Proença-a-Velha é ainda possuídora do segundo maior contingente de epigrafia portuguesa do concelho de Idanha-a-Nova, a seguir à sede de concelho, mas infelizmente a proposta que apresentamos à Junta de Freguesia para publicação desse conjunto foi esquecida pela autarquia, pois há mais de um ano que esperamos por resposta. Não lhes deve interessar este género de cultura. Ou então estão esquecidos...

Comments:
Dia dos Monumentos conquista jovens para a defesa do património
Segunda-Feira, 17 de Abril de 2006
Na região, acções decorrem na Guarda, Castelo Branco e Idanha-a-Velha

A Sé da Guarda, o Conjunto Arqueológico e Arquitectónico de Idanha-a-Velha e o Paço Episcopal de Castelo Branco estarão abertos a todas as crianças e jovens para visitas guiadas e actividade de animação
A sensibilização dos mais jovens para a defesa do património é o tema escolhido este ano para assinalar o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, cujas comemorações incluem diversas iniciativas pedagógicas em todo o País.
Para amanhã, dia da “grande mobilização para o tema da defesa do património”, o Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR) vai levar a cabo à escala nacional um programa temático nos 26 monumentos, palácios e sítios arqueológicos tutelados pela entidade. O programa prevê a abertura gratuita ao público e oferece, em particular às crianças e jovens, actividades culturais, pedagógicas e lúdicas, nomeadamente, ateliês, visitas guiadas, concertos, jogos lúdicos, teatro, exposições, dança e feiras de livros.
Assim, amanhã, Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, a Sé da Guarda, o Conjunto Arqueológico e Arquitectónico de Idanha-a-Velha e o Paço Episcopal de Castelo Branco, estarão abertos a todas as crianças e jovens para visitas guiadas, ateliês de pintura, animação de rua e distribuição de balões. À noite a Sé da Guarda acolhe, pelas 21h30, um concerto de música clássica pelo “Orfeão do Centro Cultural da Guarda”
Paralelamente às comemorações, abre amanhã ao público uma Feira do Livro em cada dependência do IPPAR, que decorrerá até 5 de Maio e onde as obras serão vendidas com descontos entre os 10 e os 80 por cento.

IPPAR APOSTA EM
“GANHAR UMA GERAÇÃO”
“Queremos ganhar uma geração para o património”, realça Elísio Sumeville, presidente do IPPAR. “Esse é o objectivo” do tema escolhido este ano: “Jovens de Hoje - Património de Amanhã”. “Pretendemos gerar uma sociedade mais solidária na defesa dos vestígios materiais”, segundo o responsável.
Elísio Sumeville sustenta que “os sentimentos de identidade cultural e de pertença a um passado comum desenvolvem-se principalmente na infância e juventude”.
Entretanto, amanhã, o IPPAR inicia ainda outro projecto, ligado a inovadoras “visitas sensoriais”, ao abrigo de um protocolo com a Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO).

Em Idanha-a-Velha as comemorações.
 
O público alvo são os alunos da Escola Profissional
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?